Twitter
Twitter
Twitter

Reajustes Tarifários

Para garantir que os valores arrecadados pelas tarifas de água e esgoto sejam suficientes para a continuidade e aprimoramento dos serviços de saneamento básico, os prestadores dos serviços em cada município associado solicitam anualmente à ARES-PCJ – Agência Reguladora dos Serviços de Saneamento das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí – que as tarifas sejam reajustadas.

A Lei Federal 11.445/2007 estabelece que a definição e reajuste das tarifas e preços públicos desses serviços é função do órgão responsável pela regulação e fiscalização dos serviços, função que foi delegada à ARES-PCJ pelos municípios associados.

Desta forma, a agência realiza estudos técnicos e utiliza, para esse processo, a metodologia definida em sua Resolução nº 115: por meio de uma fórmula paramétrica é avaliada a evolução dos últimos 12 meses de atividade do órgão responsável pelos serviços, calculada a defasagem da tarifa média praticada e projeta os custos e investimentos a serem realizados. São consideradas despesas com materiais, salário de funcionários, energia elétrica, investimentos, entre outros. 

Antes da definição da nova tarifa pela ARES-PCJ, os estudos técnicos e a proposta de reajuste são apresentados a um Conselho de Regulação e Controle Social – órgão consultivo presente em cada um dos municípios associados, que analisa as informações e apresenta contribuições a serem consideradas para a análise da Agência, que define o reajuste por meio da publicação de uma Resolução.

O gráfico abaixo apresenta os valores das tarifas, por metro cúbico, na faixa de consumo mínimo da categoria residencial.

O gráfico abaixo apresenta os valores cobrados em cada município por 10 metros cúbicos na categoria residencial.

As tabelas completas das tarifas podem ser consultadas na Resolução específica de cada município, aqui.

Confira abaixo os últimos reajustes realizados:

30/01/2018 - Santa Bárbara d'Oeste - 3,85% - Resolução ARES-PCJ nº 226

12/01/2018 - Piracicaba - 6,94% - Resolução ARES-PCJ nº 225

27/12/2017 - Campinas - 6,61% - Resolução ARES-PCJ nº 224

22/12/2017 - Porto Feliz - 4,16% - Resolução ARES-PCJ nº 223

21/12/2017 - Mogi Guaçu - 3,38% - Resolução ARES-PCJ nº 222   

20/12/2017 - Cerquilho - 2,70% - Resolução ARES-PCJ nº 221

20/12/2017 - Pirassununga - 2,70% - Resolução ARES-PCJ nº 220

20/12/2017 - Araras - 6,17% - Resolução ARES-PCJ nº 219

15/12/2017 - Indaiatuba - 6,96% - Resolução ARES-PCJ nº 217

13/12/2017 - Monte Alegre do Sul - 2,54% - Resolução ARES-PCJ nº 216

 

  • 11.007
    seguidores
  • 1564
    análises de água
  • 55
    municípios associados
  • 107
    ouvidorias itinerantes
  • 2575
    inspeções em fiscalizações
  • Telefones ARES-PCJ |  19 3601-8962    |    19 3601-8962    | OUVIDORIA 0800 77 11445 / (19) 99954-2370

ARESPCJ 2015. Todos os direitos reservados.

Cereja.in