Twitter
Twitter
Twitter

ARES-PCJ sedia treinamento sobre captações subterrâneas

07/06/2019 - Ares PCJ

A ARES-PCJ promoveu na quinta-feira (06/06) mais uma edição do treinamento Boas Práticas, com coordenação da analista Thalita Salgado Fagundes. Com o tema “Captações subterrâneas e sua operação”, a capacitação reuniu mais de 70 pessoas, entre elas servidores dos prestadores dos municípios associados à Agência Reguladora e interessados. 
 
“Este é o nosso terceiro encontro do Boas Práticas e fiz questão de colocar em debate esse tema, que muitas vezes não possui tanta visibilidade. Entre os mais de 7 milhões de usuários da ARES-PCJ, 1,3 milhões é no abastecimento por poços”, explicou o Diretor Técnico e Operacional, Carlos Roberto Belani Gravina. 
 
De acordo com ele, entre os municípios regulados, a fonte predominante de abastecimento de 18% da população é proveniente de captações subterrâneas. Por outro lado, devido à sua alta vazão, as captações superficiais fornecem água para 82% da população. 
 
O treinamento contou com a presença do presidente da Associação Brasileira de Águas Subterrâneas (ABAS), José Paulo Netto, que ministrou a palestra “Contratação, execução, operação e manutenção de poços tubulares profundos, visando o melhor aproveitamento dos aquíferos e redução de custos operacionais e com energia”. 
 
Ele revelou que 48% da população do país é abastecida por água de poços subterrâneos. José Paulo Netto ressaltou ainda a importância de proteger os recursos hídricos subterrâneos e permitir seu uso legal e sustentável. 
 
Representando o Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE SP), José Luiz Galvão de Mendonça abordou o tema ”Outorgas como instrumentos de gestão, e monitoramento do nível estático e dinâmico”.
 
Na segunda etapa do curso, as experiências dos prestadores de serviços regulados pela ARES-PCJ foram debatidas. Rogério Bernardes, do SAAE São Carlos, palestrou sobre o monitoramento dos poços na cidade e William Saunder Junior, da SANEBAVI Vinhedo, apresentou o Estudo SANEBAVI.
 
Ao longo da programação, o público teve a oportunidade de realizar questionamentos e contribuir com as apresentações.

 
 

 

 
  • 10.888
    seguidores
  • 1.722
    análises de água
  • 58
    municípios associados
  • 140
    ouvidorias itinerantes
  • 3184
    inspeções em fiscalizações
  • NOVO TELEFONE ARES-PCJ  |  19 3471-5100 | OUVIDORIA 0800 77 11445 / Whatsapp da Ouvidoria (19) 99954-2370

ARESPCJ 2015. Todos os direitos reservados.

Cereja.in